Como Melhorar Sua Inteligência Emocional em 5 Maneiras Práticas

 

Como Melhorar Sua Inteligência Emocional Em 5 Maneiras Práticas

Sempre ouvimos falar da importância de desenvolvermos ou melhorarmos nossa inteligência emocional. Este assunto inclusive, já foi tema do livro de Daniel Goleman. E também, ainda continua sendo muito discutido em fóruns de discussão e redes sociais.

Todos nós podemos melhorar de forma prática nossa inteligência emocional. Tudo é questão de trabalharmos com certos estímulos, tarefas e atividades que nos ajudam melhorar nossa forma de pensar e ver o mundo.

Assista ao vídeo abaixo:

(Clique aqui para assistir o vídeo no YouTube)

Pensando nisso, quero compartilhar com você cinco maneiras práticas para melhorarmos nossa inteligência emocional:

1 – Entenda Seus Próprios Sentimentos e Emoções

A autoconsciência é fundamental para compressão de nossas próprias emoções, sentimentos e comportamentos. Devemos aprender a olhar para dentro e descobrirmos quais meios positivos, podemos utilizar em nossa vida, para termos uma vida mais realizadora.

Dessa forma, criamos referências positivas (pensamentos positivos) para lidarmos com dificuldades e situações críticas, que de vez em quando surgem em nossa vida. Sem esta autoconsciência, ficamos mais vulneráveis a pensamentos e outros padrões de comportamentos negativos.

Podemos praticar autoconsciência através de perguntas, que nos levam avaliar nossa vida em vários níveis e em várias áreas. Além disso, o resultado de nossos sentimentos e emoções, estão diretamente ligados a maneira como enxergamos o mundo – nossa interpretação dos eventos da vida.

Além de buscarmos entender o que sentimos, devemos também saber como agir em determinadas situações. Existem momentos de prazer e dor na vida, e isso é fato! O importante é atribuirmos um significado fortalecedor em momentos difíceis. Os momentos prazerosos são automáticos, e basta aproveitarmos eles.

2 – Busque Empatia ao Se Relacionar Como os Outros

Inteligência emocional também é nossa capacidade e sensibilidade de criarmos empatia com outras pessoas. Empatia, em suma, é a nossa habilidade de nos colocarmos no lugar das outras pessoas. Em outras palavras, é “quando calçamos os sapatos dos outros”.

E é também nossa habilidade de estabelecer rapport (sintonia) com as pessoas que temos contato. E rapport nos dias de hoje, é fundamental para em nossos relacionamentos, sejam eles, pessoais ou profissionais. A todo momento, estamos comunicando.

Por exemplo, líderes são pessoas que se põem no lugar dos outros, e são capazes de ajudá-los resolver diversos tipos de problemas. Esse tipo de “inteligência” que todos devemos desenvolver.

Quanto mais somos capazes de perceber o que as outras pessoas sentem e precisam (colegas de trabalho, amigos e familiares), mais podemos contribuir na vida deles. Para isso, devemos ouvir mais do que falar. As pessoas sempre estão usando palavras para descrever o que elas sentem e precisam. Essa habilidade é fundamental para criarmos mais conexão com os outros.

Está gostando do post sobre como melhorar sua inteligência emocional?

Então cadastre o seu e-mail abaixo, e seja o primeiro a receber novos artigos iguais a esse em seu e-mail.

(sua privacidade é garantida, totalmente livre de SPAM)

Baixe o Seu E-Book Gratuito: 6 Princípios Para Você Levar a Sua Vida ao Próximo Nível

Digite o seu endereço de e-mail abaixo para receber GRATUITAMENTE o e-Book em PDF dos 6 Princípios Para Você Levar a Sua Vida ao Próximo Nível

3 – Pratique Automotivação

Muitas pessoas, acreditam que precisa acontecer coisas boas para se motivarem. É verdade, acontecimentos positivos, são sempre bem-vindos. Todavia, se esperarmos por eles, talvez nunca nos motivemos.

Em minha concepção e experiência, defino a automotivação como prática diária e constante. Sejamos sinceros: não são todos os dias que acordamos e dizemos a nós mesmos “Hoje eu estou super motivado!”. Bem que isso poderia acontecer, no entanto, também temos dias que não nos sentimos a pessoa mais motivada do mundo.

Uma prática bastante válida para dias sem tanta inspiração, é demandarmos motivação. Como funciona? Temos que criar gatilhos mentais que nos faça tomar ação, sem precisarmos pensar a respeito. Todos temos esses tipos de gatilhos (ou âncoras, de acordo com a PNL).

Eis alguns gatilhos que você pode usar:

  • Música: coloque suas músicas prediletas, quando precisar de motivação. Assim você mudará seu estado emocional, e se sentirá mais animado para agir.
  • Movimentos corporais: crie gestos que induzam poder. Se tiver dificuldade, assista qualquer luta de MMA e repare o que os lutadores fazem antes de entrar no ringue. Depois, faça o mesmo! Vai se sentir como Rock Bolboa.
  • Perguntas: faça perguntas que induzem motivação, do tipo “O que preciso fazer, acreditar ou pensar para me tornar motivado agora?”

Se você estiver empenhado em se automotivar, você conseguirá.

Inteligência Emocional

4 – Enfrente Novos Desafios

Enfrentar desafios é forçar nossa mente a pensar fora de nossa zona de conforto. Quando lidamos com situações não desafiadoras, não forçamos nossos músculos emocionais e eles não crescem. Além disso, ter inteligência emocional é criar diversas maneiras para se resolver problemas.

E para isso não nos falta oportunidade, não é mesmo? Nossa vida por si só, oferece diversos tipos de desafios (dos simples aos complexos). Esses desafios podem ser emocionais, mentais, espirituais, financeiros, e outros. A boa notícia, é que toda vez que enfrentamos desafios e os superamos, levamos nossa vida para o próximo nível.

A neurociência tem provado que cada vez que enfrentamos novos desafios, aumentamos de certo modo nossa inteligência emocional. Como? Talvez você tenha ouvido falar do conceito da neuroplasticidade, que basicamente, é alteração estrutural do cérebro, referente a novas experiências e aprendizado.

Em outras palavras, nosso cérebro consegue se adaptar fisicamente quando temos novas experiências desafiantes.

5 – Pratique Gratidão

A gratidão é um sentimento poderoso e positivo, para nos livrarmos de pensamentos destrutivos. Quando somo gratos a experiências, pessoas, resultados, enviamos uma mensagem para o nosso inconsciente, de que estamos realizando progresso.

Em consequência disso, criamos paz de espírito e realização interior. Pessoas com inteligência emocional, sempre buscam explorar suas capacidades, competências e habilidades. E também, são sempre gratas ao aprendizado adquirido.

A gratidão possui força para superar qualquer crença limitante. Pense a respeito: quando você é grato, seja a Deus ou ao Universo, você transmite uma energia positiva que se expande, e vai além de você mesmo.

Sei que isso pode parecer um pouco abstrato, principalmente para pessoas mais céticas. Porém, nós não enxergamos a energia elétrica, e sabemos que se colocarmos o dedo na tomada, levaremos choque.

O ponto é, seja grato pela sua vida e pelas experiências que ela oferecer (as agradáveis e desagraveis).  

Todas essas práticas são válidas, se você deseja se crescer e progredir na sua vida. Talvez você não consiga aplicá-las de uma vez só. No entanto, você pode escolher uma pratica por semana.

Dessa forma, você estará melhorando sua inteligência emocional e estará mais preparado para os desafios que a vida oferecer.

E agora, quero saber quais são suas estratégias, para melhorar suas inteligência emocional. Pergunte, dê sua opinião, esclareça dúvidas ou compartilhe suas experiências.

Inscreva-se abaixo:

Até o próximo.

*créditos imagem: http://lifehack.com

Baixe o Seu E-Book Gratuito: 6 Princípios Para Você Levar a Sua Vida ao Próximo Nível

Digite o seu endereço de e-mail abaixo para receber GRATUITAMENTE o e-Book em PDF dos 6 Princípios Para Você Levar a Sua Vida ao Próximo Nível