Porque a persuasão é uma das habilidades mais importantes nos tempos atuais

como-persuadir

Imagine um pai ou uma mãe que não consegue persuadir os filhos a fazerem o que é certo, ou um empreendedor que não sabe como vender seus próprios produtos ou serviços.

Imagine um líder ou uma pessoa de destaque dentro de uma empresa, que não sabe como persuadir pessoas através da sua comunicação. Muitas pessoas acreditam que é só os grandes comunicadores que são capazes de persuadir os outros.

A verdade é que pessoas comuns como eu e você, podemos desenvolver essa habilidade tão necessária nos tempos atuais, para impactar, motivar e influenciar pessoas.

É fato que o nosso tempo aqui na terra é limitado. Para termos mais rendimento, mais resultados, vendermos mais de nós mesmos, precisamos saber comunicar de maneira mais profunda. A habilidade de persuadir os outros faz com que a pessoa multiplique o efeito das suas ações. As pessoas são os nossos maiores recursos e ninguém vai muito longe sozinho.

Ninguém gosta de ouvir “não”

Eu sei que é extremamente doloroso quando alguém oferece algum produto ou serviço para um cliente, e este não consegue enxergar benefício no produto e diz não.

Muitas pessoas interpretam o “não” como algo pessoal. Por trás deste não pode haver diversas objeções ocultas. O que muita gente não percebe, é que existe um processo de relacionar, cativar e até mesmo se colocar no lugar da outra pessoa.

Outra coisa que devemos entender, é que a persuasão não se limita somente em vendas, pois ela serve para qualquer área da vida.

As pessoas de sucesso são as que causam um maior impacto, pois elas usam essa incrível habilidade para mobilizar sempre mais pessoas a tomarem certas ações para o bem delas mesmas.

Você já ouviu algum discurso que o inspirou a fazer o que geralmente não faria por você mesmo? Imagino que sim. Atrás de qualquer discurso inspirador, sempre há alguém que domina a persuasão.

A arte de persuadir

Segundo a história, os primeiros filósofos, os sofistas, surgiram no período socrático. Eles desenvolveram uma nova forma de compartilhar o conhecimento e descordavam da filosofia que os pré-socráticos aplicavam.

Os sofistas alegavam que os ensinamentos dos pré-socráticos não tinham fundamento, com muitas falhas e sem nada a contribuir para a sociedade.

Os pré-socráticos eram extremamente ligados em estudos das forças da naturezas, deuses e monstros marinhos; assuntos considerados pelos sofistas totalmente irrelevantes, pois eles não vinham nenhum benefício nisso tudo para ajudar o indivíduo com problemas pessoais.

Com isso, houve uma troca e a arte da persuasão tomou o lugar do estudo da natureza, pois seria um assunto mais relevante para a cidade.

Os sofistas por sua vez passaram a ensinar técnicas de persuasão aos cidadãos para que pudessem defender suas próprias ideias, criar argumentos para ter suas opiniões aceitas, mostrando que tinham poder através da voz, sem simplesmente baixar a cabeça e ficarem calados.

Diferença entre persuadir e manipular

Muitas pessoas confundem a palavra persuadir com manipular, o que são ações bem diferentes:

  • Persuadir significa usar argumentos emocionais e lógicos para causar concordância
  • Manipular é uma ação muito diferente, pois o manipulador não se preocupa com os fatores racionais e muito menos com os valores éticos

A verdade é que o manipulador pode fazer uso de estratégias com apelo emocional, com a intenção explícita de confundir ou mesmo enganar pessoas.

Por que é tão Importante aprender persuasão?

Ao contrário do que muitos pensam, a persuasão não é uma habilidade que precisa ser desenvolvida apenas por vendedores; todos nós precisamos desta habilidade, já que o tempo todo estamos “vendendo” algo, sejam as nossas ideias ou produtos.

Se você está desempregado e precisa conseguir um emprego, é fundamental saber como se vender, isto é, saber mostrar a importância das suas habilidades e capacidades a uma empresa através da sua comunicação.

O mesmo vale para quem já está empregado e deseja levar a carreira para o próximo nível, pois isso só será possível se a pessoa souber como usar a persuasão para mobilizar as outras pessoas ao seu redor, fazendo-as também alcançarem seus próprios objetivos.

Sem esta habilidade ninguém consegue ir muito longe sozinho. Você já parou para pensar porque Tony Robbins conseguiu o seu sucesso lendário? Toda a sua carreira se baseia em mobilizar milhões de pessoas a tomarem ações para mudar a própria, através da sua incrível habilidade persuasiva.

Não importa o que você faz ou é em sua vida ou profissão; saber como persuadir fará com que você atinja patamares sempre maiores em tudo que vier a fazer.

A habilidade que pode fazer toda diferença

Nos parágrafos abaixo irei contar uma história fictícia que representa a vida de muitas pessoas que não dominam a persuasão, habilidade necessária para vender ou mesmo influenciar seus filhos a seguirem o caminho do bem.

Irei chamar o personagem dessa história de Carlos e qualquer semelhança é mera coincidência.

Carlos desde garoto se mostrava extremamente inteligente. Ele tinha uma facilidade impressionante com os números e muitos dos seus colegas pediam sua ajuda na escola, principalmente nas aulas de matemática.

O tempo foi passando e Carlos foi crescendo…

Quando completou 28 anos, já era casado, pai de dois filhos. Nessa idade, ele trabalhava como corretor de ações em uma corretora conhecida em todo o Brasil.

Sua atividade consistia em fazer ligações recomendando aos seus clientes títulos do tesouro direto, ações e outras modalidades de investimentos.

Isso acontecia em 2008, época em que estourava a bolha imobiliária nos Estados Unidos, afetando grande parte das bolsas do mundo todo, inclusive no Brasil.

Os investidores ficaram terrivelmente assustados com tudo o que acontecia, pois muitas ações de empresas estavam desvalorizando mais de 50% em poucas semanas.

Carlos amava o que fazia, mas com toda aquela situação, passou a ter um grande desafio: mostrar para as pessoas que mesmo com a crise era possível para elas alcançarem suas metas de investimentos no longo prazo.

Ele não sabia exatamente como persuadir seus clientes a ficarem calmos diante daquela situação, pois as notícias da TV e da internet só geravam mais e mais pânico nas pessoas.

Ele tinha que fazer algo a mais pelos seus clientes para realmente atingirem seus objetivos financeiros.

Carlos, então, começou a pesquisar como poderia desenvolver a sua capacidade de comunicar de forma mais assertiva.

Ele não queria simplesmente usar argumentos “baratos” em seus clientes, e sim mostrar a eles que havia grandes oportunidades mesmo com toda aquela crise.

A pergunta que martelava na cabeça de Carlos era a seguinte:

“Como fazer com que os meus clientes entrem ação imediatamente para o bem deles mesmos?”

Carlos tinha algumas características, mas mesmo assim ainda não conseguia bons resultados naquele momento:

  • Ele ligava para os clientes com consistência
  • Ele dominava bem a sua área
  • Ele se preocupava com as outras pessoas
  • Ele falava com simpatia
  • Ele mostrava os benefícios daquilo que ele oferecia
  • Ele era uma pessoa extremamente motivada

No entanto, apesar de todos os seus esforços, Carlos sentia que faltava algo para realmente dar uma impulsionada na carreira, enquanto que ao mesmo tempo, causaria um impacto positivo na vida dos seus clientes.

Alguns dizem que o universo conspira em favor daquele que estão dispostos a ajudar os outros…

E foi justamente o que aconteceu na vida do Carlos.

Uma noite em que ele estava desesperadamente procurando uma forma de melhorar sua capacidade de influenciar os outros, se deparou com um site que dizia: Neuro Persuasão – Torne-se uma pessoa mais persuasiva e impactante, e gere muito mais valor ao mundo.

Carlos não pensou duas vezes e foi procurar saber mais a respeito. Ele se inscreveu num mini curso que era disponibilizado naquele mesmo site.

O que aconteceria depois, mudaria totalmente a trajetória da vida do Carlos e de todos os seus clientes.

Carlos fez o curso que o deixou extremamente surpreso. Sua carreira decolou. Ele conseguiu impactar a vida dos seus cliente num nível que jamais sonhara.

Ele não só passou a dominar a arte de persuadir, como também conseguiu com que alguns dos seus clientes se tornassem sócios em seus novos projetos.

Carlos deixou de ser corretor para se tornar um grande empresário de muito sucesso.

Tudo isso aconteceu porque ele desenvolveu uma incrível habilidade de persuadir, inspirar e motivar pessoas com suas ideias, que tomaram vida própria.

Considerações finais

O objetivo deste artigo foi mostrar que qualquer pessoa que deseja causar mais impacto, alavancar seus resultados ou mesmo mobilizar pessoas a um ideal maior, precisa saber como persuadir.

Muitas pessoas assistem o tempo passar sem fazer nada para alcançarem um patamar maior em suas vidas. Não sei se você já percebeu que o tempo é um dos recursos mais valiosos que temos.

Desenvolver novas habilidades é uma das formas mais eficazes ao próprio desenvolvimento pessoal, e é também uma forma de aproveitar o próprio tempo para gerar resultados cada vez maiores.

Se você olhar paras as pessoas mais bem sucedidas, você perceberá que elas chegaram onde estão devido a capacidade de comunicar suas ideias, valores pessoais e conceitos de forma clara e eficiente.

A persuasão tem a capacidade de:

  • Tornar um líder muito mais cativante e admirado pelo seu grupo
  • Fazer com que um apresentador convença muito mais, causando mais impacto e intensidade numa audiência
  •  Fazer com que suas metas e objetivos pessoais ganhem muito mais escala, ao mesmo tempo em que se cria mais valor aos outros
  • Influenciar todos ao seu redor de maneira positiva, inclusive as pessoas que você mais ama

Antigamente o poder era disputado por quem era mais rápido ou mais forte. Depois, ele passou a ser disputado por quem tinha mais riquezas como ouro, terras e outras posses.

Hoje quem domina a habilidade de persuadir tem muito mais chances de alcançar objetivos do que quem tenta convencer os outros pelo cansaço.

Gostaria de deixar uma última informação antes de finalizar este artigo:

Todas as decisões que tomamos passam pelo nosso cérebro primeiramente, para só depois tomarmos consciência de tais decisões. Isto significa que conhecer este processo pode te colocar em uma grande vantagem em sua vida pessoal ou profissional.

Você prefere ser como o Carlos que desenvolveu habilidades persuasivas, ou prefere continuar vivendo a sua vida da maneira como está?

Imagino que você tenha escolhido ser como o Carlos. Se realmente escolheu, deixo a dica para você conhecer o Neuro Persuasão, método que ensina técnicas de persuasão neural.