4 Maneiras Práticas Para Elevar a Sua Autoestima

4 Maneiras Práticas Para Elevar a Sua Autoestima

A palavra autoestima, basicamente, significa ter estima por si mesmo. Embora esta palavra faça parte do jargão dos livros de autoajuda, ela é extremamente importante para que a pessoa se sinta realizada e atinja o seu potencial pleno.

Como qualquer outra emoção positiva, ter autoestima nos ajuda atingir resultados de forma mais congruente. É difícil alguém sentir-se realizado e ter uma vida próspera, sendo uma pessoa de baixa autoestima. Podemos afirmar que é impossível ser feliz com baixa autoestima.

Claro que há momentos na vida em que somos surpreendidos por acontecimentos que fogem do nosso controle, e por algum motivo, ficamos tristes ou chateados. Mas como descrevi, esses acontecimentos são momentâneos, e não permanentes. Logo, cabe a nós assumirmos o controle dos significados que atribuímos as nossas experiências.

O interessante, é que grande parte das pessoas já passaram por tantas experiências dolorosas, que muitas parecem ter perdido a estima por si mesmas. Quando são expostas a novos desafios ou mesmo novas mudanças na vida, sentem dificuldades de alcançarem seus objetivos.

Assista ao vídeo abaixo:

(Clique aqui para assistir o vídeo no YouTube)

Por incrível que pareça, nosso estado mental define grande parte do modo como interpretamos as situações da vida. Se uma pessoa sofre com problemas de baixa autoestima, de certo modo, criou uma mentalidade que a mantém nesse estado. A boa notícia, é que com pouco de esforço e prática, é possível de se elevar a autoestima a níveis satisfatórios.

Compartilho com você agora, quatro maneiras práticas de elevar a autoestima (principalmente em dias de baixa autoestima.

1 – Aceite Suas Falhas e Aprenda Com Elas

A aceitação é uma prática libertadora.  Já percebeu que o ser humano às vezes não aceita a realidade dos fatos e acontecimentos na vida? Às vezes, nos tornamos a pessoa mais críticas de nós mesmos. De algum modo, começamos a enxergar nossas falhas, e esquecemos de nossas virtudes.

Focar somente em falhas é o caminho certeiro que conduz a baixa autoestima. Nosso cérebro, é como se fosse uma máquina (que por sinal é perfeita). Se começarmos a pensar nos motivos que nos levaram a ter algum tipo de falha, seja em qualquer área da vida, logo nosso cérebro encontrará respostas para justificar aquele tipo de comportamento.

O segredo para mudarmos essa situação, é criarmos um novo significado. Se falhamos no passado, podemos aprender com nossas falhas e construir um futuro completamente diferente do passado. Tudo é questão de sabermos como dirigir nosso foco. Gosto de pensar no pressuposto da programação neurolinguística que diz:

Não existe fracasso, existe apenas resultado.

Se eu tive algum fracasso, significa que fracassei apenas naquele contexto ou naquela situação. Logo, posso aprender com minhas falhas e seguir em frente.

2 – Pratique o Autoelogio Sempre

Em nossa vida temos muitos momentos vitoriosos. Porém, em certas ocasiões, acabamos nos esquecendo deles. Você precisa dar créditos a si mesmo. Você deve praticar o autoelogio. O autoelogio é uma forma poderosa de elevar a sua autoestima. O autoelogio que me refiro, não é apenas se olhar no espelho e dizer: “Eu me amo! Eu me amo! Eu amo!”, embora, esta prática também funcione muito bem, você precisa realizar um pouco mais.

Além de elogios, você precisa de razões concretas, para que o seu cérebro tenha referências claras. Por exemplo, você pode se auto elogiar com esta afirmação: “Eu sou inteligente!”. Logo, faça a pergunta: “Como sei disso?”. E você poderá responder: “Eu sou inteligente porque eu sempre encontro uma maneira de resolver situações difíceis; porque eu sigo pessoas inteligentes; porque aprendo com os meus erros; porque busco melhorar minha vida a cada dia”.

Perceba que quando você tem razões suficientes, o seu autoelogio se torna algo mais real e concreto.

3 – Projete o Tipo de Pessoa Que Deseja Se Tornar

Para que você alcance os seus sonhos, você precisa se tornar o tipo de pessoa capaz de realizar aquilo que você deseja. Se você quer ser uma pessoa mais entusiasmada pela vida, então deve projetar o comportamento necessário, para que você alcance sua visão.

O mesmo acontece com a autoestima. Você deve criar uma mentalidade que lhe possibilite mudar o seu estado emocional, e passar a ter mais confiança em si, e consequentemente, gostar mais de você mesmo. Autoconfiança e autoestima caminham juntas.

Haverá momentos em que precisará enfrentar os seus medos, e usar a sua coragem. Logo, você desenvolverá novas habilidades, que o farão ter um enorme progresso, e o farão também crescer como pessoa . E se você já tiver uma imagem clara de si mesmo, enfrentando esses momentos, e vencendo-os, com certeza já terá antecipado o seu sucesso.

Autoestima é mais uma questão de decisão, do que acontecimento. Nossa atitude mental é responsável por 80% do nosso sucesso, em qualquer área da vida.

Portanto, alimente a sua mente com o máximo de pensamentos e crenças facilitadoras, que o farão ter progresso sempre.

4 – Livre-se de Pensamentos Tóxicos

Pensamentos tóxicos são como as ervas daninhas: se não tratarmos de retirá-las, elas crescem e infestam nosso jardim. Os pensamentos tóxicos podem ser formados por nós mesmos, com base em experiências negativas. E também, podem formados por ideias de terceiros (pessoas bem intencionadas).

Quando uma pessoa está com baixa autoestima, geralmente, ela se torna improdutiva e também deixa de usar os seus recursos internos positivos. Logo, o que a pessoa deve fazer, é substituir esses pensamentos, para outros mais positivos.

O que não poderá acontecer, é a pessoa permanecer no estado de baixa autoestima. Sempre que sentir necessidade de elevar a sua autoestima, tome alguma ação. No momento que você toma a ação, imediatamente, você cria a possibilidade de um novo resultado. Você não precisa e não deve ficar a mercê dos acontecimentos.

Você pode tomar o controle de suas ações, a qualquer momento que decidir.

Grande parte das pessoas têm dificuldades para tomar ações para alcançar os seus resultados. E a razão disso, é que elas sentem medo de fracassar. No meu caso, eu temo não agir. Se eu quero alcançar algo e não entro em ação, isto é um grande motivo para eu temer.

Portanto, se você quiser elevar a sua autoestima a níveis consideráveis, você deve se livrar de pensamentos tóxicos e improdutivos. Se você fizer isso, surpreenderá a si mesmo, e sempre ganhará mais autoconfiança.

E para finalizar, quero convidar você a compartilhar suas experiências. O que você faz para elevar a sua autoestima?

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do site!>